Descontração disfarçada de comida

A Companhia do Chopp é conhecida pelo tom de brincadeira com que trata seus clientes. Nunca perdendo o respeito e, também, sem nunca perder a piada, um garçom do estabelecimento consegue compor mais da metade do salário com o repasse do que é recolhido de serviço.

O “Consultor Gastronômico” da Companhia, apelidado de Migué, é um desses atendentes que conseguiu, com o seu jeitinho, conquistar clientes, comissões, sorrisos e caixinhas. O título de sua função estampada no crachá faz parte da jogada, assim como o apelido. Migué é, na verdade, Josinaldo Barbosa, tem 39 anos e mora em Camaragibe. Quando chega no restaurante pra trabalhar ele veste a farda e o personagem. “A gente tá aqui pra vender alegria, descontração, piada. Porque o cliente vem, senão pra se divertir? Comida ele arruma em qualquer lugar”, ensina.

Os garçons da Companhia são realmente uma atração à parte. Todos tem apelidos. É Sushi, Zé Corninho, Beijoqueiro, Monstrinho, Cioba e por aí vai. Cada um com sua particularidade traz ao ambiente um gostinho difícil de achar em outros bares: atenção! O dono do bar, Tony Sousa, explica que, em geral, os atendentes estão sempre muito preocupados com regras de etiqueta e/ou hora de largar. Ele acredita que são poucos os lugares onde você pode ir pra o garçom prestar atenção em você. “Na minha casa os garçons são ensinados a fazer Companhia”, orgulha-se.

Publicado em 3 de agosto de 2011, em Notícias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s