Oito anos de FOME ZERO

Todos querem saber como fazemos os clientes voltarem... Turma do Ragù, um vício de quinta-feira!

Apesar do evento no Facebook ter tido apenas nove confirmações, a Companhia ontem estava cheia, como confirmou João Filipe, cliente nosso.  Não posso dizer quantas pessoas se serviram da nossa especialidade, mas sei que foram preparados 20 pacotes de spaghetti grano duro e mais de 10 litros do molho cheio de ingredientes secretos que o propietário da casa, Tony Sousa, meu pai, faz questão de não contar para muita gente.

Faz oito anos que a Companhia lota toda quinta-feira com essa ação. Há oito anos atrás eu nem tinha entrado na faculdade e já tava sendo recrutada para fazer um trabalho parecido com esse: tirar foto dos clientes, fazer amizade, pegar os emails, mandar recadinhos.

Naquela época Tony tava começando o curso de gastronomia e prometeu pra uns amigos fazer o tal do molho italiano sobre o qual ele tanto falava. Fez um panelão e acabou servindo pra todos os clientes que se interessaram em provar. Foi uma maravilha até o pessoal espalhar e começar a vir mesas gigantescas pra comer Ragù e dividir uma coca-cola. Hoje em dia o Ragù tem suas regrinhas e continua fazendo a felicidade de muita gente que não se importa em consumir um mínimo de R$10,  por pessoa.

As fotos você pode conferir no álbum do Flickr ou na nossa página do Facebook.

http://www.facebook.com/joaofilipemuniz

Anúncios

Fotos do Xixi do Migué

A brincadeira é a seguinte: você chega cedo, a gente lhe serve!

Aos vinte primeiros é oferecida uma dose de degustação do Grants 12 anos. Se você gostar e quiser mais a gente facilita: 35% de desconto no clube da garrafa do whisky.

      

     

      

Descontração disfarçada de comida

A Companhia do Chopp é conhecida pelo tom de brincadeira com que trata seus clientes. Nunca perdendo o respeito e, também, sem nunca perder a piada, um garçom do estabelecimento consegue compor mais da metade do salário com o repasse do que é recolhido de serviço.

O “Consultor Gastronômico” da Companhia, apelidado de Migué, é um desses atendentes que conseguiu, com o seu jeitinho, conquistar clientes, comissões, sorrisos e caixinhas. O título de sua função estampada no crachá faz parte da jogada, assim como o apelido. Migué é, na verdade, Josinaldo Barbosa, tem 39 anos e mora em Camaragibe. Quando chega no restaurante pra trabalhar ele veste a farda e o personagem. “A gente tá aqui pra vender alegria, descontração, piada. Porque o cliente vem, senão pra se divertir? Comida ele arruma em qualquer lugar”, ensina.

Os garçons da Companhia são realmente uma atração à parte. Todos tem apelidos. É Sushi, Zé Corninho, Beijoqueiro, Monstrinho, Cioba e por aí vai. Cada um com sua particularidade traz ao ambiente um gostinho difícil de achar em outros bares: atenção! O dono do bar, Tony Sousa, explica que, em geral, os atendentes estão sempre muito preocupados com regras de etiqueta e/ou hora de largar. Ele acredita que são poucos os lugares onde você pode ir pra o garçom prestar atenção em você. “Na minha casa os garçons são ensinados a fazer Companhia”, orgulha-se.

Hoje tem Xixi do Migué

Depois de uma semana de intervalo, hoje o Xixi do Migué promete ser especial! Miguel já está se organizando pra fazer a farra!

Veja as fotos e vídeos dos eventos anteriores.

Nosso blog

Olá! Bem vindo!

Estamos começando o blog da Companhia.

Fique á vontade para entrar, comentar e fazer sugestões. Este espaço é seu!